desenvolvimento de pessoas

Você como profissional de desenvolvimento e gestão de pessoas dentro de uma empresa está acostumado a receber as demandas e os desafios dos times, através dos gestores, certo? Se você ainda não tem essa área super estruturada, começar a desenvolver pessoas de fato pode parecer um “sonho complexo e distante”. Mas eu vim aqui focada a tirar essa ideia da sua cabeça.

Uma área de T&D bem estruturada conta com ferramentas, time e recursos como qualquer outro setor da sua empresa. Entretanto você pode começar ações práticas e simples que vão ajudar seus colaboradores mesmo sem um grande investimento. O importante é dar o primeiro passo!

Aqui na Mobiliza nós acompanhamos essa rotina de perto com nossos clientes e por isso trouxe 3 passos que você pode utilizar para priorizar as demandas de desenvolvimento de pessoas na sua empresa, e assim, começar a traçar planos para melhorar a performance dos seus times e consequentemente aumentar os resultados da sua organização.

1º Passo: Diagnostique o problema

Antes de partir para a solução do problema você precisa diagnosticar que desafio você vai resolver. É importante você buscar a fundo essa resposta, porque a visão de quem te demanda pode estar enviesada ou limitada pelo contexto em que vive.

Identificar o desafio correto vai garantir uma solução mais assertiva e um cuidado extra em como você utiliza os recursos que têm. Para te ajudar a investigar a raiz dessas demandas, sugiro que você faça o download deste Modelo de LNT que disponibilizamos gratuitamente. Levantar as necessidades de treinamento vai ajudar a priorizar todos os desafios que chegam para você.

Digamos que você já levantou as necessidades, priorizou e conseguiu diagnosticar os desafios que precisa resolver. Agora é o momento de encontrar a melhor solução para solucioná-los.

2º Passo: Definir ferramentas para solucionar os desafios

Você já identificou o problema e agora precisa definir a ferramenta a ser utilizada. Como você resolverá isso? Para saber, você deve fazer duas verificações:

  • Primeira verificação: veja se seu colaborador tem as competências/ferramentas necessárias para executar o trabalho da nova forma que a empresa precisa. Nessa primeira verificação, se a resposta for “não, meu colaborador não tem a competência necessária ou a estrutura necessária para executar o trabalho da nova forma”, é o momento em que você deve planejar como trabalhar com o time. Aqui neste link, tem um artigo que fala sobre as 5 principais ferramentas para desenvolver pessoas que você pode consultar para tomar essa decisão.
  • Segunda verificação: veja se a pessoa quer executar dessa nova forma.

Por incrível que pareça, a segunda verificação é a mais complexa, mas indico que ela seja seu foco ao desenvolver pessoas. Vou dar um exemplo que passa por essas duas verificações para você entender melhor o porquê da segunda ser o fator mais determinante:

Nós sabemos que comer corretamente e praticar exercícios físicos frequentemente faz bem pra saúde, aumenta a longevidade, melhora nosso raciocínio, e outros inúmeros benefícios para a saúde, não é mesmo? Porém, ter esse conhecimento não nos move a dedicar energia e tempo para executar o que precisa ser feito.

Com desenvolvimento de pessoas podemos seguir a mesma lógica! Por mais que você entregue o conhecimento para que o colaborador tenha as competências necessárias (1ª verificação), não significa que ele vá executá-lo como você precisa que ele faça (2ª verificação). 

Portanto, eu insisto: nem sempre ferramental é a resposta.

Às vezes você precisa entender motivações e necessidades específicas mais profundas para fazer a mudança acontecer. Lembre-se que quando falamos de desenvolvimento de pessoas no ambiente corporativo, praticamente estamos falando de andragogia, ensino para adultos, que é bem diferente do ensino que aprendemos na escola. Vale dar uma aprofundada nesse assunto também 🙂 

3º passo: Crie uma Jornada de Aprendizagem

Aprendizagem não ocorre em um evento único. 

Aprendizagem necessita de recorrência e intensidade.

Aqui na Mobiliza nós focamos muito nessa prática porque você NUNCA vai conseguir desenvolver alguém com um conteúdo isolado. Se seu colaborador acessa um treinamento ou tema uma única vez, ele não vai conseguir reter o aprendizado e vai esquecer facilmente o que aprendeu. Ou seja, seus recursos não foram bem utilizados uma vez que seu colaborador não vai performar como planejado. 

Já ouviu falar que nosso cérebro é uma máquina preguiçosa, que precisa ser exercitada? Poderiamos aprofundar um pouco mais sobre a Curva do Esquecimento, mas talvez seja assunto para um novo artigo!

De qualquer forma, para acompanhar e montar essa recorrência e intensidade, eu recomendo uma ferramenta super prática chamada: Jornada de Aprendizagem. 

A Jornada funciona basicamente como uma linha do tempo, com um caminho ideal que o seu colaborador deve percorrer para se desenvolver e aplicar o aprendizado no dia a dia dentro da empresa. Nessa Jornada também inclua as comunicações feitas pelo líder, pela área de T&D, além dos objetos de aprendizagem oferecidos (seja um treinamento e-Learning, um vídeo como gatilho de engajamento, um quiz como ação de reforço) e as ações que devem ser executadas pelo funcionário nesse percurso. 

Abaixo eu trouxe uma imagem para você visualizar uma Jornada de Aprendizagem! Mas você pode baixar esse modelo gratuitamente nesse link. Tenho certeza que vai te ajudar muito.

Modelo Jornada de Aprendizagem

Chegamos ao fim do artigo!

Os 3 passos que trouxe são baseados em experiências que convivemos diariamente com clientes da área de T&D e RH na Mobiliza. Desenvolver pessoas é um trabalho complexo porque envolve motivações pessoais do seu próprio colaborador e a satisfação dele com a função que ele exerce para garantir o sucesso do seu investimento e tempo dedicado.

Diagnosticar o problema, encontrar o recurso ideal para aquela situação e garantir a retenção do seu colaborador são os principais pontos para um ganha ganha entre empresa e funcionário. Você também concorda? Sua empresa ganha ao melhorar o desempenho, e seu colaborador ganha mais skills e habilidades para fazer um bom trabalho.

E você, quais são seus desafios ao desenvolver pessoas? Conta pra gente nos comentários!

Ah! E se quiser se aprofundar no universo de treinamento, clique aqui para baixar gratuitamente o material completo sobre T&D na Prática da Mobiliza.

Sobre o autor

Clarissa Melo

Marketeira e publicitária apaixonada por experiências, comunicação e humor desde sempre. Ah, e também sou louca por animais e com um estilo musical no mínimo, polêmico.

O que achou? Comente aqui :)

Comentário enviado para moderação!

Erro ao enviar a mensagem, tente novamente!

Se você gostou deste, pode gostar também...

ferramentas-para-desenvolver-pessoas Conheça 5 ferramentas para desenvolver pessoas, além de treinamento corporativo
Melhore a retenção do aprendizado dos seus colaboradores com essas 3 dicas para treinamentos
Como criar a persona do seu treinamento online