@Destaques

Como está a estrutura de T&D aí na sua empresa? Já começou a pensar nos programas de treinamentos que podem ser desenvolvidos?

Se não sabe por onde começar, aqui vai uma dica: esses programas partem da necessidade individual de cada cenário e, a partir dessa necessidade, é possível mapear os tipos de treinamento que são viáveis na realidade da organização.

Em resumo, significa que não é apenas escolher os tipos de programas que você vai aplicar, mas sim identificar quais são mais adequados ao seu público-alvo, ou seja, os colaboradores que serão treinados.

Pra te ajudar nesse desafio, trouxemos alguns exemplos de programas de treinamento que são mais encontrados hoje nas empresas:

#1 – Onboarding

O treinamento onboarding é destinado aos colaboradores recém-contratados pela empresa que precisam adquirir o conhecimento, as habilidades e os comportamentos necessários para atuar na organização.

Ele vai do e-mail de boas-vindas até ferramentas e acessos que o colaborador precisa ter para executar o trabalho para o qual foi contratado. Andressa dos Santos, Head de Talentos aqui da Mobiliza, contou um pouco sobre como pode ser o processo de um onboarding online.

#2 – Treinamentos obrigatórios

Treinamentos obrigatórios por lei ou por certificações (ISO) são os voltados à área de Qualidade ou outra área que demanda o cumprimento de leis dentro da organização.

São treinamentos indispensáveis e que precisam estar mapeados. Cada um tem uma periodicidade específica em que precisa ser aplicado, monte um calendário para não perder as datas e manter os cursos em dia para seus colaboradores.

#3 – Programas de reciclagem de conhecimento

Programas de reciclagem são necessários quando um determinado conhecimento precisa ser atualizado ou revisitado.

São treinamentos importantes para que os colaboradores aprimorem seus conhecimentos e estejam sempre atualizados de acordo com as demandas do mercado.

#4 – Treinamentos de software

Os treinamentos de software são indispensáveis para casos em que o colaborador precisa saber lidar com determinada ferramenta ou manuseá-la.

Aqui você precisa ficar de olho se os softwares que a sua empresa usa já têm esses treinamentos disponíveis ou se você precisa criá-los para incluir nos seus programas de treinamento.

#5 – Treinamentos de processos da organização

Treinamentos específicos para um indivíduo ou um grupo de pessoas que precisa conhecer determinado processo ou procedimento interno de acordo com a sua área de atuação.

Processos são constantemente atualizados, então lembre-se de revisitar sempre esse programa de treinamento para que os colaboradores estejam sempre com a versão mais atual em mãos.

#6 – Treinamentos sobre os produtos da empresa:

São os treinamentos voltados para levar conhecimento aos colaboradores sobre os produtos da empresa, sua relevância no mercado e seu impacto na vida dos clientes.

O volume de treinamentos aqui vai depender da demanda de produtos da sua empresa. Se são produtos que são atualizados constantemente (como um software, por exemplo) ou novos lançamentos (como modelos de carro).

E aí, já deu para imaginar quais programas de treinamento se encaixam na sua empresa? Sabia que existem diversos formatos de treinamentos que você pode aplicar nesses programas? Aqui tem um exemplo bem legal de treinamento de produto aplicado pela Volkswagen Caminhões e ônibus com uma metáfora de montanha-russa.

Inspire-se! As possibilidades são diversas. Só não esqueça do mais importante: mapear sempre qual o público para cada programa de treinamento e entender qual a melhor estratégia de conteúdo para garantir maior engajamento.

Sobre o autor

Renata Sagaz

Sagitariana com ascendente em capricórnio apaixonada por séries, gatos e sushi, não necessariamente nessa ordem. Fascinada por novas experiências, é publicitária e trabalha no marketing da Mobiliza.

O que achou? Comente aqui :)

Comentário enviado para moderação!

Erro ao enviar a mensagem, tente novamente!

Se você gostou deste, pode gostar também...

Levantamento de Necessidades de Treinamento – O que é LNT e como aplicar na sua empresa?
Como transformar um treinamento presencial em treinamento online
Como começar a estruturar uma área de treinamento online?