Blog

O que a Mobiliza aprendeu no CBTD 2019

Você que trabalha na área de desenvolvimento de pessoas deve estar sabendo que o maior evento de Treinamento e Desenvolvimento do país aconteceu na semana passada, em São Paulo, né?! Esse foi o 6º ano em que estivemos presentes no CBTD, o Congresso Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento, e queremos compartilhar com você um pouco do que encontramos por lá. 

Se você não teve a oportunidade de ir, imagino que deve estar interessado em saber o que foi discutido no congresso e, se também estava presente, deve estar curioso para comparar as suas impressões com as de outros, certo? Então vamos lá!

Nossas primeiras impressões do CBTD 2019

Uma das primeiras coisas a chamar a nossa atenção foi a maneira como a ABTD, responsável pela organização do evento, conseguiu transferir de forma impecável o evento para São Paulo. O desafio que eles tiveram de enfrentar não foi só a mudança de Santos para São Paulo, mas também a mudança das dimensões do evento, que foi muito maior este ano. O excelente atendimento que sempre caracterizou o CBTD em Santos foi mantido e, se você ainda não participou de uma edição do evento, podemos atestar que a experiência proporcionada pela ABTD é ótima.

Outra impressão foi a de que esse CBTD contou com muitas empresas que não estavam presentes nos anos anteriores! Não sabemos qual fator foi responsável por isso, mas dentro desse cenário de mudança do evento foi muito legal ver — e conversar com — tantas caras novas. Pode ser um sinal de que o evento está despertando a atenção de mais empresas do que costumava fazer antes, assim como pode ser um sinal de que o mercado está crescendo, mas em qualquer um dos casos é bom ver essa renovação dentro desse nosso “ecossistema” de desenvolvimento de pessoas, não é mesmo?

Nossa equipe se preparando para receber os congressistas logo depois de encontrar a estrutura incrível preparada pela ABTD.

A aprendizagem contínua pautando as discussões no evento

O tema central do CBTD deste ano foi “Cultura de Aprendizagem: aprender e desenvolver, sempre!”, e foi incrível poder conversar com tantos profissionais da área de desenvolvimento de pessoas sobre a importância de estar aprendendo de forma contínua.

Lá você encontra profissionais que têm sua própria consultoria, outros estão em áreas super tradicionais e focadas em treinamentos presenciais. Mas, mesmo com todas as diferenças, nós pudemos sentir que existia muito interesse em temas que falassem tanto de como os colaboradores podem estar sempre aprendendo, quanto sobre como vocês, profissionais de desenvolvimento de pessoas, podem fazer isso.

Um feedback que foi consenso entre os mobilizadores que participaram do evento é que os profissionais com quem conversavam estavam animados em aprender mais sobre assuntos que prometiam trazer mais conhecimento para si mesmos e para os seus colaboradores. Fosse falando sobre a Universidade Mobiliza, nossa iniciativa de educação corporativa que entrega cursos voltados para profissionais de desenvolvimento de pessoas. Ou conversando sobre a Jornada de Aprendizagem que levamos para o estande, com a qual os profissionais podiam refletir sobre como podiam combinar conteúdos e ações para estimular a aprendizagem contínua dos alunos. É nesse espírito que uma buzzword levantou a nossa curiosidade por lá. 

O Especialista em Treinamento, Vini Fernandes, apresentando nossas soluções e a Universidade Mobiliza.

LXP – a buzzword que chamou a nossa atenção

As buzzwords são palavras que se referem a algum conceito específico de uma área profissional ou do mundo de negócios, tipo disruptivo, holístico, ou martech. Elas costumam ser super específicas e muitas ainda são em inglês, ou apenas siglas, o que só torna mais difícil entendê-las.  Apesar de esse não ter sido um evento em que percebemos muito foco em buzzwords, o que achamos ótimo, uma delas chamou nossa atenção. 

O conceito de LXP tem muito a ver com essa ideia de “aprender e desenvolver, sempre!” que o CBTD 2019 estava promovendo . Se você já teve contato com uma Learning Experience Platform (LXP), sabe que elas cumprem muitas das mesmas funções de uma plataforma LMS, mas existem algumas diferenças importantes. Enquanto o foco de um LMS corporativo normalmente é dar à empresa uma forma de transmitir para os colaboradores os conhecimentos que ela considera importante, a troca entre pessoas é uma das bases das LXPs.

Na prática, isso significa, por exemplo, que as LXPs permitem que os seus alunos coloquem novos conteúdos dentro da plataforma. Isso quebra um pouco o paradigma de como um LMS normalmente funciona, o de que a área de desenvolvimento de pessoas age como responsável por decidir o que os colaboradores devem aprender.

A ideia aqui não é dizer que você deveria seguir as mudanças propostas pelas LXPs, afinal empresas diferentes podem ter necessidades muito variadas. Aliás, pelo contrário, você sabe que aqui na Mobiliza a nossa proposta é simplificar a sua vida, então somos os primeiros a dizer que não é preciso aderir a toda novidade que vira buzzword no mercado.

Conclusão

Saímos dessa última edição do CBTD com a sensação de que foi um evento em que a atenção dos profissionais da área de T&D estava muito voltada para formas de realmente engajar seus colaboradores. Não apenas isso, mas também em formas de como eles mesmos podiam aprender de forma constante. 

Você que também participou do evento, o que achou? Nos conte aqui nos comentários. E para quem não esteve por lá, esperamos poder te encontrar no ano que vem. Além disso, a Universidade Mobiliza está de portas abertas para você que quer aprender mais sobre a área e construir uma comunidade de trocas de conhecimento sobre desenvolvimento de pessoas.

Universidade Mobiliza

 

Sobre o autor

Vinícius Bressan

Graduado em Jornalismo e produtor de conteúdo da Mobiliza. Acredita muito no potencial transformador da comunicação e da educação, é apaixonado por games e não tem certeza do que deveria colocar em uma assinatura de blog.

Se você gostou deste, pode gostar também...

Conheça a Plataforma Mobiliza, nosso ambiente virtual de aprendizagem
QUIZ: A sua área de desenvolvimento analisa a performance dos treinamentos?
Quando preciso de uma plataforma LMS?

O que achou? Comente aqui :)

Comentário enviado para moderação!

Erro ao enviar a mensagem, tente novamente!

Vamos mobilizar
pessoas
juntos?

Trabalhe Conosco