Case C&A

Como a rede desenvolveu treinamentos utilizando linguagem neutra

Publicado em 10/06/2022
  • 4 minutos de leitura

“Oferecer o melhor da moda por preços acessíveis” é a filosofia que faz a C&A estar entre as maiores redes de varejo do mundo. Com origem holandesa, iniciou a operação no Brasil em 1976 e hoje conta com mais de 17 mil funcionários que trabalham nas 324 lojas espalhadas por todo o país.

Com tantos associados (como chamam os funcionários na C&A) abraçar as diferenças e conseguir se conectar com cada pessoa é uma das grandes preocupações da empresa, que preza pela diversidade e inclusão. Desenvolver treinamentos que conversem com todas as pessoas e façam elas se sentirem pertencentes é um dos desafios da área de T&D. Esse time procurou a Mobiliza para criar conteúdos customizados, com um pedido principal: utilizar linguagem neutra. 

“A gente preza muito por essa imparcialidade. Temos um público muito diverso e deixar declarado feminino ou masculino estava gerando falta de conexão com o conteúdo”, esclareceu Pamela Bufato, Analista de T&D na C&A.

A Mobiliza também se preocupa com o tema e realizou diversos treinamentos internos sobre o assunto. Portanto, foi uma parceria gratificante: uniu os valores de ambas as empresas, que foram traduzidos em projetos de relevância. 

Projetos

Um dos projetos foi o MAIS TAMANHOS, que vai totalmente ao encontro da importância da linguagem neutra e inclusão. Buscando tornar a moda da C&A disponível para todas as pessoas, as lojas passaram a ter peças com grade de tamanhos maiores expostas nas áreas. As cabines dos provadores também aumentaram de tamanho.

“O time da Mobiliza foi super aberto para entender mais sobre a C&A e os detalhes do projeto. Buscaram várias fontes de informação conosco, inclusive uma pesquisa que foi realizada com as clientes para saber como elas se sentiam, e como a C&A queria traduzir isso. Isso gerou uma conexão e fluiu muito bem!”, acrescentou Pamela. 

C&A

Na C&A os treinamentos são realizados tanto nos computadores das lojas quanto diretamente no celular dos funcionários. Então, além de ter uma linguagem neutra, também precisavam ser responsivos para serem realizados via mobile: 

“Um dos desafios desse projeto foi achar imagens de pessoas dos novos tamanhos de vestuário. Geralmente existem poucas opções em bancos de imagens e queríamos retratar pessoas reais. O projeto também foi produzido pensando em ser acessível no sentido do formato de consumo (mobile). E foi bem legal de construir, porque além da linguagem neutra, a gente pôde usar uma linguagem menos formal, mais divertida, principalmente porque a C&A deu essa abertura para deixar o treinamento mais leve. Nós também usamos GIFs para ilustrar, então ficou bem bacana”, contou Ana Carla Bortoloni, Coordenadora de Design Gráfico da Mobiliza.  

Resultados

Os associados mais antigos dizem que esse cuidado está muito mais evidente nas últimas ações da empresa e que, mesmo durante a pandemia, quando os treinamentos passaram a ser realizados em maior parte assíncronos e a distância, eles se sentiam conectados. 

O feedback recebido pelo time de T&D da C&A tem sido super positivo, trazendo uma sensação de que ficou mais leve treinar as pessoas e que se sentiram mais conectadas, fazendo com que os assuntos fossem melhor absorvidos e o aprendizado mais efetivo. 

Conheça outros clientes que já
mobilizam pessoas com a gente

Jadlog VTEX