desenvolvimento de pessoas

O capital humano é o bem mais precioso de uma empresa. Logo, manter a motivação e o engajamento dos colaboradores em dia devem ser prioridades do negócio — o que pode ser facilitado ao incluir o People Analytics na gestão de pessoas.

Mas o que é People Analytics? Diferentemente do que muitas pessoas imaginam, ele não é um software ou tecnologia moderna. Trata-se de uma metodologia criada para analisar dados comportamentais dos profissionais, com o intuito de promover um ambiente de trabalho mais produtivo, feliz e eficiente.

Neste conteúdo, você vai entender melhor o que é, qual a sua importância e como implantá-lo na sua empresa. Além disso, verá, também, os principais benefícios que ele oferece na gestão de pessoas.

Boa leitura!

O que é e como surgiu o conceito de People Analytics?

Atuar com base em informações é essencial em qualquer processo gerencial. Isso porque elas fornecem um panorama claro do cenário, permitindo decisões mais certeiras.

No que tange ao departamento de RH, não basta simplesmente coletar informações básicas do colaborador para tentar justificar faltas e queda de desempenho. É necessário ir mais além e atuar de forma multidisciplinar.

Foi nesse sentido que surgiu o conceito de People Analytics na gestão de pessoas. Ele se refere ao processo de captar e analisar informações para estudar o comportamento dos profissionais dentro de uma empresa, obtendo, assim, uma visão mais estratégica.

O objetivo dessa metodologia é prever cenários e planejar ações para evitar situações de risco e turbulências que possam levar à queda na satisfação com a empresa e, consequentemente, afetar a produtividade.

Com os dados em mãos, o RH analisa esses indicadores e consegue determinar com mais assertividade as melhores decisões a serem tomadas visando a promoção do bem-estar das equipes.

Segundo pesquisa realizada pela Deloitte, 71% das empresas enxergam o People Analytics como uma prioridade na gestão de pessoas.

No Brasil, porém, a metodologia está avançando de forma lenta. Uma pesquisa feita pela PwC, demonstra que apenas 17% das organizações utiliza essas informações para tomar decisões e planejar o futuro.

Qual a importância do People Analytics na gestão de pessoas?

Ao implementar essa prática, as empresas passam a tomar decisões com base em dados atuais e previsões reais. Isso é especialmente benéfico para os colaboradores, que passam a se sentir mais valorizados ao verem que há preocupação real com a sua satisfação.

Através do People Analytics, é possível identificar processos que não estão funcionando bem no negócio e detectar problemas relacionados diretamente à gestão de pessoas, como:

No entanto, para colocar em prática a metodologia, é preciso contar com um software que compile os dados de forma organizada, separando o que é relevante do que não é. Portanto, essas informações devem ser cruzadas com dados do negócio, sempre de acordo com objetivos pré-estabelecidos.

Somente assim é possível atuar de maneira estratégica, oferecer treinamentos específicos e mudar os processos necessários visando melhoria no ambiente corporativo.

Quais os tipos de People Analytics existentes?

O People Analytics pode ser dividido em 4 níveis, sendo cada um deles responsável por responder a um questionamento específico, vejamos:

  1. Descriptive analytics: Considerado o nível mais básico, é onde são obtidos os dados que ajudam a entender o que ocorreu em um determinado período no passado. Grande parte das empresas implementa esse tipo utilizando ferramentas de Business Intelligence (BI);
  2. Diagnostic analytics: Aqui, a análise de dados ajuda a identificar a causa de um problema. Para isso, são utilizadas técnicas mais avançadas de extração de informações e estatísticas;
  3. Predictive analytics: É a etapa em que as informações são extraídas de dados históricos — combinando técnicas avançadas de estatística e Inteligência Artificial — para prever cenários futuros;
  4. Prescriptive analytics: O último e mais avançado nível é aquele em que é identificado o que pode ser feito para solucionar um problema e, assim, minimizar os possíveis efeitos colaterais negativos.

Passo a passo para implantar o People Analytics no RH

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o People Analytics, sua importância e principais características, está na hora de colocar em prática! Confira um passo a passo simples de como implantar o People Analytics no RH:

1. Faça um mapeamento de dados

Inicie avaliando quais os tipos de dados são coletados nos sistemas e estão disponíveis no momento.

2. Defina os objetivos estratégicos

Agora é preciso saber quais os objetivos por trás da análise os dados. Eles podem ser, por exemplo, a busca pela melhor performance dos colaboradores, prever como será o desempenho após a inclusão de um novo processo ou então determinar o perfil ideal de um profissional para uma vaga em aberto.

3. Acompanhe os indicadores

Em meio a uma grande quantidade de informações, pode ser difícil determinar o que realmente é preciso analisar. Logo, é importante definir métricas e indicadores para os dados e os acompanhar de perto.

4. Colete e armazene as informações

O próximo passo é justamente coletar e armazenar todos os dados obtidos. Isso deve ser feito de forma organizada, para facilitar a busca e criação de indicadores posteriores.

5. Tome decisões mais assertivas

Por fim, com os dados adequados em mãos, tome as atitudes que de fato sejam benéficas para a empresa e para o colaborador.

Principais benefícios que o People Analytics oferece para a gestão de pessoas

Conheça, a seguir, os principais benefícios que o o People Analytics pode oferecer para garantir uma gestão de pessoas mais empática e estratégica:

Gestão eficiente

Como o People Analytics oferece dados sobre o que está bom ou não na empresa, o gestor passa a ter maior controle operacional. Com isso, ele pode replicar as melhores práticas em larga escala e eliminar aquelas atividades que não surtem os efeitos desejados.

Aumento da produtividade

Ao demonstrar preocupação em melhorar o ambiente para o colaborador, o People Analytics influencia diretamente na produtividade e engajamento das equipes.

Feedbacks das atividades

A coleta de dados permite avaliar atividades específicas, incluindo a eficiência e cumprimento de prazos. Logo, oferece o conteúdo que os gestores precisam para dar feedbacks concisos sobre cada tarefa realizada.

Bem-estar das equipes

A partir do momento em que os dados colhidos através People Analytics geram melhorias de processos ou tomadas de decisões preventivas, o ambiente se torna mais favorável ao colaborador

Dessa forma, podemos destacar que um dos seus principais benefícios é justamente o de garantir o bem-estar dos profissionais.

Contratações adequadas

Pode parecer estranho, mas o People Analytics também pode ajudar as empresas a contratarem os profissionais mais adequados. Isso porque ele permite obter um bom volume de informações sobre os candidatos, facilitando no momento da entrevista e tomada de decisão.

Redução de tempo e custos

Como vimos, a metodologia ajuda a contratar profissionais mais adequados, auxiliando na reduzindo dos índices de turnover. Além disso, direciona melhor a equipe e torna os treinamentos e capacitações mais produtivos. Tudo isso reduz os desperdícios de recursos e tempo.

Investimentos adequados em capacitação

O People Analytics também é benéfico quando pensamos em treinamento e capacitação do capital humano. Isso porque ele ajuda a identificar as principais dificuldades das equipes, direcionando melhor os investimentos para saná-las.

Ou seja, ao invés de promover cursos aleatórios, desperdiçando tempo, esforço e dinheiro, as empresas conseguem focar melhor na construção de competências de acordo com as necessidades reais — obtidas através dos dados.

Nesse sentido, através da aquisição de informações precisas, o People Analytics se torna uma ferramenta poderosa, capaz de nutrir a gestão da empresa com conhecimento e recursos, a fim de melhorar o ambiente de trabalho e extrair o melhor de cada colaborador.


Gostou desse conteúdo? Então não deixe de conhecer a Ahgora, saiba como as nossas soluções podem beneficiar a sua gestão remota de pessoas!

Artigo produzido por Bruna Occhi Agostini, da Ahgora.

Sobre o autor

Autor Convidado ⭐

Este artigo foi produzido por um autor convidado cujo o nome e a empresa estão descritos no final do artigo. Nosso muito obrigada pela parceria em construir conteúdos que ajudam o mercado de desenvolvimento de pessoas! #SomosMobilizadores

O que achou? Comente aqui :)

Comentário enviado para moderação!

Erro ao enviar a mensagem, tente novamente!

Se você gostou deste, pode gostar também...

O que é jornada de aprendizagem na educação corporativa e como implementar
protagonismo-1 3 principais formas de incentivar o protagonismo dos colaboradores na sua empresa
cultura-da-empresa Como treinamentos fortalecem a cultura da sua empresa?